Foto do artista LUCKHAOS

Quase Morri Tentando Ser Feliz

LUCKHAOS


Minha vida tá uma merda, ‘cês sabe como é que tá
Nego fazendo aposta esperando eu me matar
Eu já cansei do rivotril, não vai mais colar
Deitado na cama, pensando, seguro o celular

Eu vejo tanta gente falando que me quer bem
E vejo tanta gente falando merda também
Mas eu já tô ligado, daqui a pouco a morte vem
Se eu ficar deitado ela me leva, mano, amém

A vida é boa pra quem teve tudo desde cedo
A vida é boa pra quem tem família e tem dinheiro
Eu já nasci ganhando na Mega-Sena do medo
Com geral sempre falando que eu sou pobre, burro e preto
E na verdade esse papo eu deixava quieto

As mina não curte mano com sentimento
A dor que me atormenta mora do lado de dentro
Eu sou da rua e só choro quando ninguém tá vendo
Quantos parceiro teu te disseram que foi abusado?
Quantos parceiro teu já desabou bem do teu lado?

Na real, sobre essa visão tu não tá nem ligado
Porque se algum mano fala disso chamam de viado
E falo disso com conhecimento de causa
Meu pai bem dizia todo homem tem que honrar as calça

Um pouco de compreensão me fez falta
Eu sei o que é antipatia porque tá em alta
O suicídio sempre fez parte da pauta
Mano, 5 da matina
Eu pensando em tudo que se passa na minha vida, eu tô
Sem motivo, sem razão

Minha existência nesse mundo sem motivação
E eu me lembro da minha infância, aquela inocência
Agora eu olho pra mim mesmo e só vejo indecência
Peço perdão ao Pai por toda essa vacilação
Eu tô tão sem moral que nem me ajoelho no chão

Na minha casa eu sou um estranho
Só saio do meu quarto pra comer e tomar banho
Minha família deve ter pena de mim
Aonde tudo deu errado e eu fiquei assim?

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir

Posts relacionados

Ver mais posts