Sou como a areia do mar
Que vai e volta na orla
Sou como chuva na nuvem
Do jeito que vai, logo volta
Sou como a lágrima que rola
E o coração aceita
Sou como uma nova onda da moda
O caos que a juventude agita
A fé que exercita
E a exércitos enfrenta
Rebelião de famintos
Que em meu país
Se agiganta
Que brota pelas favelas,
Pelos pantanais,
Por cidades modernas
Do meu país, dos meus pais
Que espalha e contagia toda a nação
As pessoas nas ruas gritando revolução
Não se muda o mundo
Sem antes mudar seu coração
Ninguém sabe da força que tem
Um coração

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir
Composição: Lula Barbosa / Vanderlei De Castro · Esse não é o compositor? Nos avise.
Enviada por Claudia
Viu algum erro na letra? Envie sua correção.