O trâmite dourado dessa imensidão
É a única luz que ilumina nesta escuridão

Agora vejo porque
O ofuscar é só um querer
É mais um medo que um sofrer
É quase sempre um segredo
Olhe bem pra você!

O mar pode ser azul
Mas às vezes é um cinza, um quase "cruel"
O espelho é a alma desse medo desarmado
Que desalma, que desarma, que desalma,
Que desarma então

O trâmite dourado dessa imensidão
É a única luz que ilumina nesta escuridão

Você não sabe nem imagina
Há quanto tempo o tempo passa
E não diz nada ou me esconde
E mais: Finge não dizer nada!

Você não tem idéia não,
Tá fora da imaginação
Pensar que a vida é um minuto
A perder... ou a ganhar!
Isso depende de quem já passou
De quem já penou, e sempre lutou
Mas tá aí, pronta pra sorrir!

Você não sabe nem imagina
Há quanto tempo o tempo passa
E não diz nada ou me esconde
E mais: Finge não dizer!
Você não tem idéia não
Tá fora da imaginação
Pensar que a vida é um minuto
a perder...

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir