Flores lindas, da restinga mata viva corre a veia do nosso pulmão, é
Desmentidas, devoradas pela vida mão do homem não tem pena não, é
O enviado, veio como sentinela a espera da ressureição
Foi dizimado, pela descrença e ausência mão do homem não tem coração, é

Cuidar pra quê?
Bora preservar!!!
É fácil de entender que o mundo precisa respirar
Conscientize uma só razão, na sua casa ninguém vai cuspi no chão (BIS)

Sutilmente, vai limpando a paisagem busca o ouro que brota do chão
Está tudo pronto, na espera o fim do ano e o rendimento da exportação
Tão desolada, fauna agora é quem chora, perda brusca do seu habitat
Foi assaltada, cobrando a estaque nas em massa programadas para desmatar

Cuidar pra quê?
Bora preservar!!!
É fácil de entender que o mundo precisa respirar
Conscientize uma só razão, na sua casa ninguém vai cuspi no chão (BIS)

Não vai, não vai cuspir no chão
Não vai não...

Sutilmente, vai limpando a paisagem busca o ouro que brota do chão
Está tudo pronto, na espera o fim do ano e o rendimento da exportação
Tão desolada, fauna agora é quem chora, perda brusca do seu habitat
Foi assaltada, por grandes máquinas em massa programadas para desmatar

Cuidar pra quê?
Bora preservar!!!
É fácil de entender que o mundo precisa respirar
Conscientize uma só razão, na sua casa ninguém vai cuspi no chão (BIS)

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir