Cultivei no espírito os princípios da paz
Minha consciência limpa sempre valeu mais
Ainda jovem e sozinho puder perceber
As pessoas sempre serão o que elas querem ser
A imposição das suas vontades não agrega valor
Todas conquistas devem ser erguidas pelo amor
Todas conquistas pelo medo não nos dão sabor
Como castelos de areia são frágeis e sem cor

Fico a pensar no tempo da inocência nossa essência era brincar
Uma lembrança, o vento que me permite sonhar
Que um dia esse tempo de alegria irá voltar
Já sei lidar
Com a saudade que pra todo sempre irá ficar
Nunca me diga que eu não poderei me resgatar
Renovo sempre a minha capacidade para amar
Só desse jeito sei que eu irei continuar

Add a playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir
Composição: Tales de Polli · Esse não é o compositor? Nos avise.
Enviada por Diego, Legendado por lucas
Viu algum erro na letra? Envie sua correção.