Vida Apertada

Marchinhas de Carnaval

exibições 501

Sei que estou preso, preso
Não posso fugir
Vida apertada eu passo
E não posso mentir


Oh... vem, oh vem!
Oh!... vem, meu coração
Apagai o fogo desta
Rude voraz paixão


Não sei qual a razão
De eu viver assim
Neste martírio atroz
Que já não tem mais fim.

Add a playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir