exibições 1.765

Quando eu morrer,

Suzana,

Na minha cova,

Vai nascer um pé de cana.

(bis)


Debaixo dos sete palmos,

A minha consolação,

É ver Suzana, o pé de cana,

Regado, a pinga com limão.