Foto do artista Mart'nália

Não Deixe o Samba Morrer

Mart'nália


Não deixe o samba morrer
É carnaval e hoje é Vila na avenida
Dizendo ao povo que não pare de cantar
Porque essa festa tem que ser pra toda vida

É a luz do sol
Anunciando um novo dia
E quem vem? Vem a Vila Isabel
Fruto da lua de mel do samba com a fantasia
Pra lembrar de um tempo em que bastava a alegria
De um pierrô apaixonado
Chorando pelo amor da Colombina
De ir pro baila emascarado
Brincando de confete e serpentina

Nessa onda que eu vou (eu vou, eu vou)
No Cacique pular (vou me acabar)
Venho com chave de ouro,
Passo pela Praça XI
Meu povão não vai parar (não, não, não)

Viajando no tempo
Que saudade me dá
É preciso uma atitude
Não permita que se mude essa cultura popular

Apesar da Apoteose... Vou sambar
Vou comemorar tomando uma dose pra provar
Que o samba faz a nossa história
É o coração do meu Brasil
O samba é a minha escolha
E todo mundo viu

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir
Composição: Agrião / Claudio Jorge / Mart'nália / Paulinho da Aba · Esse não é o compositor? Nos avise.
Enviada por Chachá
Viu algum erro na letra? Envie sua correção.