exibições 16
Foto do artista Mary Difatto

Contratempos

Mary Difatto


Um castelo de areia
Construí para edificar uma paixão
Um chuva trouxe a cheia
Derrubando as bases do meu coração

E os meus sonhos foram com os barcos para o mar
E na volta os barcos estavam vazios

Todo amor tem seu limite
Não é certo as bobagens que eu fiz
Acreditei no que não existe
Nenhuma planta cresce sem ter a raiz

Fixei as estacas e não concretei
E o vento em fúria
Destelhou o meu destino

O céu está nublado
Um frio insuportável
Gelado feito um iceberg
E o céu está nublado
Um barco ancorado
Não quer que a minha paz navegue

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir