Foi me apresentado o último dos jamaicanos
Um amarelinho bem prensado que abalou o meu crânio
Mas isso não justifica o seu voto de castidade
Nessa noite só porque a baga me abalou

A baga baga baga abagabalô (2x)

Penso alto, piso fundo, acelero muito
Não pago a conta, faço farra, queimo a minha barra
Ouvindo Mary's Band e Mary caia na gandaia
A luz ofusca só porque a baga me abalou
Misturo a baga com a bebida, operação bem suicida
O olho longe, o corpo mole e a cabeça moída
Quero ir embora, vou pra casa, mostre só a saída
Se não entende é porque quem não bebe não teme
Avorrai e o meu pai raí, minha mãe e o meu tio aqui
No meu quarto não estou morto não
Foi apenas a pressão que abaixou, abalô...

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir

Posts relacionados

Ver mais posts