Tô precisando desabafar
É sério, eu não tô bem
Não conta pra ninguém
Que eu tô pensando em terminar

O homem não fala que ama
Só pergunta se a janta tá pronta
Põe regra na minha roupa
O olhão no decote das outras

Tô queimando a barriga no fogão
Esfriando a barriga na louça
Por que que eu não largo dessa coisa?

Ah, lembrei!

É vagabundo
É sem vergonha
O homem é bom
Mas não presta

Ô, miséra!
Ô, miséra!

É vagabundo
É sem vergonha
Se eu largar
Vem outra e pega

Ô miséra!
Ô miséra!

É vagabundo
É sem vergonha
O homem é bom
Mas não presta

(Ô, miséra!)
(Ô, miséra!)

É vagabundo
É sem vergonha
Se eu largar
Vem outra e pega

(Ô, miséra!)
Ô, miséra!

O homem não fala que ama
Só pergunta se a janta tá pronta
Põe regra na minha roupa
O olhão no decote das outras

Tô queimando a barriga no fogão
Esfriando a barriga na louça
Porquê que eu não largo dessa coisa?

Ah, lembrei!

É vagabundo
É sem vergonha
O homem é bom
Mas não presta

Ô, miséra!
Ô, miséra!

É vagabundo
É sem vergonha
Se eu largar
Vem outra e pega

Ô, miséra!
Ô, miséra!

É vagabundo
É sem vergonha
O homem é bom
Mas não presta

Ô, miséra!
Ô, miséra!

É vagabundo
É sem vergonha
Se eu largar
Vem outra e pega

Ô, miséra!
Ô, miséra!

Ô, miséra!
Ô, miséra!

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir