exibições 429.878

Caminho das Rosas

Mc Martinho


Tava vuado na pista dentro de um Golf Sapão
De repente ouvi sirenes era perseguição
Não hesitei acelerei mano, naquele instante
Porque dentro do porta-malas eram vários flagrantes

Algum comédia que me deu pra eu falhar na missão
Por isso a duzentos por hora acionei o patrão
Bati um rádio, mas que situação foi aquela
Ele mandou eu chegar vivo ou morto na favela

Eu acelerando e os verme aplicando
Furaram meus pneus e a gasolina tá acabando
O papo do patrão não saia da minha mente
Vivo ou morto
Vou ter que botar a chapa quente

Encostei o carro e na freada e na adrenalina
Abandonei a carga, mas enquadrei uma mina

Em fração de segundos policia pra todo lado
E na televisão meu rosto era estampado
A refém desesperada e eu batendo neurose
Porque o troféu dos canas, claro era minha morte

Eu fazendo exigências na maior sagacidade
Negociadores no chão, e atiradores em cima da laje
Meu Deus!
Mas eu sou vagabundo, guerreiro treinado
E não me entrego não
Sou bandido 157 se for preciso eu mato
Não falho na missão, eu não falho não!

O cerco já tá armado não tem pra onde eu correr
Pensei não vai ter jeito a bala vai comer
Foi quando o negociador tranquilo trouxe a notícia
Calma, no telefone é sua esposa e sua filha

Eu me surpreendi quando atendi o telefone
E lágrimas caiu mesmo eu sendo sujeito homem
Libertei a refém arrependido e distraído
De repente um barulho

Tomei um tiro

Pensava em me entregar, agora e tarde não dá mais
O que vai ser da minha filha sem um pai?
Infância destruída, futuro traumatizado
Já era eu tô no chão agonizando, baleado

Pedi perdão a Deus pois não há justificativa
Culpa o sofrimento e entrar na vida bandida
No último suspiro vendo minha vida ir embora
Veio o arrependimento foi nele que eu encontrei

O caminho das rosas
O caminho das rosas
O caminho das rosas
O caminho das rosas

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir

Posts relacionados

Ver mais no Blog