Vida Loka Também Ama

MC Menor MR

exibições 187.149

Era um maloqueiro, coração blindado
Dificilmente de ser conquistado
Várias delas jogado ao seus pés
Mulherengo cobiçado

Mas sua vida estava pra mudar
Mal sabia ele, ia se apaixonar
Não podia largar o movimento
A favela não ia aceitar

Todo fim de tarde rolava sessão
Bolava na blunt só por diversão
Essa mina rouba minha brisa
Acelera o meu coração

Nós dois deitados na beira da praia
A areia nós fez de colchão
A lua cheia e o céu estrelado
Servindo de iluminação

Seus olhos vermelhos com a brisa do mar
Formava uma bela canção
Uma dose de amor e dois dedos de uísque
Degustando a Praia do Leblon

Todo maloqueiro quer uma dona encrenca
Que feche contigo e aja na transparência
Independentemente da lama ou do luxo
Na saúde ou na doença

Ela prometeu que não ia abandonar
Que o que precisasse, podia contar
E eu me apaixonei no seu sorriso bobo
Até no seu jeito de andar

E eu que na vida sou tão azarado
Tudo que acontece comigo dá errado
Tive a sorte grande de um amor tranquilo
De ter você ao meu lado

Larguei os parceiro e as peça na banca
Agora o maloqueiro tem sua dama
Tudo pra provar que vocês tão errados
Vida loka também ama

Ô, também ama

Nós dois deitados na beira da praia
A areia nós fez de colchão
A lua cheia e o céu estrelado
Servindo de iluminação

Seus olhos vermelhos com a brisa do mar
Formava uma bela canção
Uma dose de amor e dois dedos de uísque
Degustando a Praia do Leblon

Todo maloqueiro quer uma dona encrenca
Que feche contigo e aja na transparência
Independentemente da lama ou do luxo
Na saúde ou na doença

Ela prometeu que não ia abandonar
Que o que precisasse, podia contar
E eu me apaixonei no seu sorriso bobo
Até no seu jeito de andar

E eu que na vida sou tão azarado
Tudo que acontece comigo dá errado
Tive a sorte grande de um amor tranquilo
De ter você ao meu lado

Larguei os parceiro e as peça na banca
Agora o maloqueiro tem sua dama
Tudo pra provar que vocês tão errados
Vida loka também ama

Ô, também ama