Foto do artista MC Poze

Homenagem Pra Tropa do Rodo

MC Poze


Eu sou o MC Poze e tô aqui de novo
Vim fazer uma homenagem pra Tropa do Rodo
Pros meus irmãozinhos que hoje está no céu
E na favela do rodo fez o seu papel

O que falar do Jeremias um pai nota cem
Que saudade do Tchutchuco e do mano Tinem
Eu choro em lembrar, oi, dos nossos irmãos
Que saudade do Bagunça e do Baratão

Outro amigo bom que a tropa não se esquece
Que saudade que eu tenho do Chefão CL
A favela hoje chora, o clima não é legal
Saudade do Biscoitão e do Cara de Mau

Quando eu lembro dos meus irmão chega dar arrepio
Saudade do Das Mulher, MK e Mano Tinho
Botava pra fuder na direção dos cana
Saudade do Nego Pet e do Nego Drama

Eu tô cheio de ódio, vai tomar no cu
Saudade do Renatinho e do Babalu
Terror do Cezarão, porra que Deus o tenha
Nunca vai ser esquecido o Chiquinho Sem Perna

Os menor quebrava tudo de AK e de Glock
Os menor quebrava tudo de AK e de Glock
Que saudade do 2K, Dudu e do mano Seedorf
Eu choro toda vez que começo a lembrar
Daquela covardia com Rick e com o Zazá

Muitas saudades dos meus irmãozinhos
Saudade do Mano Boi, Marretão e o Loirin
Foi numa operação numa manhã infeliz
Perdemos o Da VK e o Menor do Lins

Com esses eu parava no baile e era só latão
É os menininhos do show, Batchoca e o Paraibão
Botava os alemão pra voltar de ré
Que saudade do Dilsinho e do Picolé

Os menor quebrava tudo, eu falo sem gracinha
Nosso eterno faixa preta, meu paizão Rosquinha
Nosso eterno Bode, tô sem sacanagem
Que saudade do Pescoço e do Negão Sagat

Thalles sementinha nunca vai ser esquecido
Saudade do mano Branco e do mano Marlinho
Vai tomar no cu, eu não tô maluco
Que saudade que nós sente do Betinho maluco

Essa foi uma homenagem pros amigos meus
Que hoje estão descansando com Deus
Nunca vão ser esquecidos, valeu guerrilheiros
Que morreu metendo bala pelo Comando Vermelho

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir