Foto do artista Xamã

Um Drink No Inferno

Xamã


Sou negro gato vagabundo
Sou solidão
Não posso te salvar de mim
Me dê a mão
O seu amor é ácido
Doce do bom
O drink já é o décimo
Já tô doidão
Bagulho é fazer um sexo
Sem coração
Viver de amor sem nexo?
Percepção!
Desculpe este meu hábito
Um passional amante bobo e diabólico você não é não?

Moça eu fiz isso pra ti
Os cara da boca perguntou
Quem que é essa aí?
Não sei de quem que é essa boca
Mas se fosse minha nós nem tava aqui
Nós tava era em outra
Prefere cantor ou bandido garota
Se tapa na bunda e carinho
Janis joplin da voz rouca a ainda chupo essa boca sabor de boldim

Não pode dar sopa
Flow juice
Soul suco da poupa tô de uzi na boca do lins
Mamão com açúcar
Não se preocupa que Deus e o diabo são dois xamanzins
Baby me ama me chama me xinga e me chupa
Diz que é minha culpa
Jason seu filha da puta?
Liga pra mim
Meu quarto é parte do meu mundo
Em expansão
Às vezes quero um céu azul
Às vezes não
O seu amor é plástico
Algum artista de internet tão robótico

Decepção
Não tente se salvar de mim
Por que você não cola em mim
Seus ex são só cadáveres
Que vivem em música a procura de um intérprete
Por que não cola em mim?
Desculpe estou sem álibi
Mentiras de internet
Saudades dos seus nudes no direct
Essa porra é bad ou era solidão
Eu lendo a conversa depois do tesão

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir