Tu és a minha fonte de vida
Que restaura a alegria e refaz o meu viver

Porque o cetro da iniquidade foi tirado
E o julgo que feria o ombro se quebrou

Pela doce unção, doce unção
O teu óleo deu-me vida como em um jardim

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir