Por que porta entrar?
Qual caminho pegar?
Quando me dizem que eu não devo ir
Já que não sou perfeito
Faço nada direito
Um pobre exemplo pra ninguém seguir

Entre mãos com pedras dizes:
"ninguém te condenou"
Frente acusações me dizes: "mais vale o teu amor"

Me aceitas como eu sou
O teu coração me abraça
Me aceitas como eu sou
Com teu amor

Já errei o caminho
Semente entre espinhos
Já fui contigo, já fugi de ti
Não melhor que ninguém
Nem pior, só humano
Pecador incerto a te seguir
Entre mãos com pedras dizes:
"ninguém te condenou"

Frente acusações me dizes:
"mais vale o teu amor"
Me aceitas como eu sou
O teu coração me abraça
Me aceitas como eu sou
Com teu amor

Me aceitas como eu sou
Teu perdão, a tua graça
Me aceita como eu sou
Com teu amor
Nesta mesa do altar
Tu me deixas aproximar
Vou contigo cear e adorar...

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir

Posts relacionados

Ver mais posts