Deus escolhe o menor de uma tribo empobrecida
Que malhava o trigo escondido dos midianitas
Para ser o guerreiro o herói da nação
Gideão tinha Deus posto em seu coração

Ele junta o povo para guerrear
Trinta e dois mil armados pra lutar
Aí Deus aparece e a ele surpreende
Ei, gideão espere aí tem muita gente
Faça o que eu lhe ordeno, pois vou selecionar

Medrosos e covardes, voltem
Pois no meu exército luta só quem for guerreiro coragem
É uma das coisas que olho primeiro
E dessa escolha ficaram dez mil pra lutar

Deus disse: Desce todos eles até o ribeiro
E lá mostrarei quem será os teus grandes guerreiros
No final só ficou trezentos que foram aprovados
Mas era os trezentos que Deus tinha selecionado

Pode ser bonito, ser inteligente
Ter anel no dedo, ser um super crente
Usar roupas caras, carros importados
Ser muito conhecido ou ser elitizado
Se não for valente, verdadeiro crente
Canela de fogo que nunca se rende
Não vai ser escolhido pra ser um dos militantes dos trezentos separados

Tem que ter tocha, tem que ter fogo
Tem que tocar buzina, tem que ser corajoso
Tem que quebrar o cântaro, tem que ser verdadeiro
Tem que ser valoroso, tem que ser guerreiro

Marchem soldados, toquem as buzinas
Quebrem os cântaros corram pra cima
Eu não sei dizer, mas sei
Que já estou vendo os inimigos loucos se matando
E a igreja vencendo
Vencendo, vencendo, vencendo, vencendo, vencendo, vencendo

Somos escolhidos de Deus pra ser honrados
Aqui nesta terra temos que ser usados
Deus hoje te escolhe pra ser um dos trezentos aprovados

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir
Composição: Cláudio Canção / Louvor · Esse não é o compositor? Nos avise.
Enviada por luiz
Viu algum erro na letra? Envie sua correção.