Você sempre fala de emprego
Eu estou sempre sem trabalhar
Vivo pedindo pra matar a fome
Pois a rua é o meu lugar

Eu tenho filho teno mulher
E os meus sonhos não vale nada
O meu destino foi viver na rua
Perambulando de madrugada

Não adianta falar bonito
Só a comida é que mata a fome
Não adianta fala bonito
Só o trabalho é que faz o homem

O meu sonho erra ter um emprego
E ter casa para morar
Mas eu não tive oportunidade
Só apareceu alguém pra criticar

Eu tenho filho teno mulher
Mas os meus sonhos não vale nada
O meu destino foi viver na rua
Perambulando de madrugada

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir