Não sou habitante daqui, pertenço a outro lugar
Estou seguindo o caminho pra lá, seguindo a ti
Meu coração chora, pois eu,
Sinto saudades do lar que é meu,
Foi me dito que existem pra mim, muitas moradas

E eu já posso ate enxergar,
O meu pai que vem me encontrar
E com seu filho me receber
E em seu abraço me acolher
Sua graça me faz suportar,
Aquilo que quer me arrancar
A certeza de um dia chegar

Até o meu alvo
E a cada vez que eu for parar
Teu santo espírito vem tocar
E é na fraqueza que eu posso sentir
Que tu faz-me forte
Nada daqui pode tirar o anseio por tua gloria
E eu te peso, quero tocar o rosto seu
O rosto seu, o rosto seu.

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir