Apesar da matança
Dos corpos caídos
Que decoram as colinas
Faz dia em portugal!

Apesar da desgraça
Dos mortos, dos vivos
Que percorrem a cidade
Faz dia! Faz dia!

Em todas as cruzes, tábuas partidas
Quarenta igrejas caídas
E dos conventos nem um lamento
Nem um sinal de vida

Todos os santos não chegaram
Faz dia em portugal!

Apesar do massacre, de fracos e fortes
Que rezavam as matinas
Faz dia em portugal!
Apesar de miséria de ricos e pobres
Faz dia! Faz dia em portugal!

Todos os santos não chegaram
Todos os santos não chegaram
Todos os santos não chegaram
Todos os santos não chegaram
Faz dia! Faz dia em portugal!

Todos os santos não chegaram
Todos os santos não chegaram
(Apesar da matança, apesar da matança)
Todos os santos não chegaram
(Apesar da matança, faz dia em portugal!)
Todos os santos não chegaram
(Faz dia em portugal!)
Todos os santos não chegaram
(Faz dia em portugal!)

Todos os santos não chegaram
Todos os santos não chegaram
Faz dia! Faz dia em portugal!

Em portugal!
Faz dia! Faz dia!
Em portugal!

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir