exibições 34.317
Foto do artista Motorocker

Homem livre

Motorocker


Filho da estrada, pessoa mal falada
Exemplo de como não se deve ser
Vive apenas a sua verdade
Respira a liberdade
Amigos, só os que se deve ter
Fera autoimune, espada Amakuni
Forjada pelo tanto que sofreu
Nem o Cão, que um dia lhe estendeu a mão,
Recebe o seu olhar ou atenção

Há o que se preze em sua razão
Há um marco em cada estação
Sagrado, profano, inferno, o próprio céu

Muito pouco importa
Ele é um homem livre
De universo próprio - aqui

Só o vento e o destino sabem pra onde ele vai
Onde nem o livre arbítrio o encontrará
Numa viagem com vários caminhos
Histórias em muitas esquinas
No ártico do amor e do ódio descansou

Conheceu grandes mulheres
Algumas belas e outras sinceras
E pouco a pouco aprendeu
Que elas são maravilhosas,
Mas tornam-se perigosas
Quando aprendem a gostar demais de alguém

Há o que se preze em sua razão
Há um marco em cada estação
Sagrado, profano, inferno, o próprio céu

Muito pouco importa
Ele é um homem livre
De universo próprio - aqui

Há o que se preze em sua razão
Há um marco em cada estação
No peito bate um coração forte e indomável
Os puros sempre alcançam o próprio céu

Muito pouco importa
Ele é um homem livre
De universo próprio - aqui

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir