Cabeça vazia é oficina do diabo até às quatro eu me
Acabo.
Consciência pesada exercita o pensamento, mentira!
Jodo duplo! tormento!
Eu ligo o rádio e na tv o cara explica coisas que não
Posso entender.
Se ficar escondido não dá ibope, então sai, mostre a
Cara vai se move!


Na noite escura a loucura vem me iluminar,
É quando a casa cai e seu norte se vai.

No contra-tempo segue o vento pra te acordar,
Perdendo a razão, "drivando" na pressão.

Os pensamentos não controlam sua colisão
Seus rituais de fé, estão todos no chão!

No seu confronto quanto tempo pode esperar?
Meu desabafo! minha mente gira sem parar!
Estou enlouquecendo não posso evitar!


Dados pra jogar, eu quase sempre
Vejo sempre o jogo virar
Aquelas cartas são lançadas nesse tabuleiro,
Olho no espelho
E o sujeito quer me despertar,
Acelerar na contra mão
Sem direção pra desviar.

Passado e presente, todos juntos e de repente,
Se é seguro segue em frente
Se não for é bom frear, a chuva fina te engana deixa o
Asfalto escorregar.


Eu quase sempre, vejo sempre o jogo virar (4x)

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir

Posts relacionados

Ver mais no Blog