O Meu Posto

Nando Reis

exibições 48.471

Sinto muita saudade
Essa é a verdade
Não te vejo a metade
Do quanto quero lhe ver

Se eu te vejo a metade
Mais eu sinto saudade
Essa é a verdade
Quanto quero lhe ver

Quando a gente se fala
Quando perco a fala
Eu te ouço e não falo
O que eu quero dizer

Estou te amando de novo
E o quarto lugar
Pro meu posto
Já me deixou feliz

Hoje em outra cidade
Amanhã na cidade
Eu te ligo de tarde
Você termina de ler

Você me liga de tarde
Já pra outra cidade
Hoje eu durmo mais tarde
Você não para de ler

Pois ficou resfriada
Pos seus pés em sandálias
De manhã sem a praia
Pôde compreender

Que está me amando de novo
E encontra o lugar
No seu gosto
e se sente feliz

E o medo, o peso, o pesadelo, o segredo
e o sossego que o desejo por um beijo
pôs pra fora
E o desejo durante tanto tempo
só desejo mais desejo
deseja que o desejo seja feito agora

Dia 1º de Maio
Não sei porque me distraio
Passou alguém perfumado
Quase que eu posso lhe ver

Ribeirão, madrugada
Todo mundo lá em casa
O mundo é muito mais água
Do que eu posso beber

Antes só suco de lima
Hoje também o de pinha
Quanto você imagina
Que ele possa querer
Ficar amando de novo
Nesse outro lugar
O seu posto
Diferente e feliz ?

E o medo, o peso, o pesadelo, o segredo
e o sossego que o desejo por um beijo
pôs pra fora
E o desejo durante tanto tempo
só desejo mais desejo
deseja que o desejo seja feito agora

Bom jantar, meus amigos
Amanhã é domingo
Hoje eu fico sozinho
Pra poder lhe escrever

Que estou amando e com sono
Acho que vou me deitar
No meu posto
Eu me sinto mais feliz

Add a playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir