Quando ouvi falar
Que solidão devora
Eu não acreditei
Mas agora que estou só
Até o silêncio chora.

Quando ouvi falar
Que saudade devora
Eu não acreditei
Mas agora que estou só
É saudade toda hora

Meu refúgio são poesias
E todo o poeta´é triste
Vão os dias, vem os dias
Por isso que a dor existe
Espero que volte logo
Como num filme de cinema
Mas enquanto você não vem
Me contento com os meus poemas.

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir