exibições 44

Mistérios Revelados

Natália Faria


Ele é santo, santo, santo, ele é santo, santo, santo, ele é santo, santo é o senhor.
Ele é santo, santo, santo é o senhor, ele santo, santo, santo, ele é santo, santo é o senhor...

João não chore ai está, quem e digno de desatar do livro os sete selos.
Eis ai o cordeiro que morreu, tomando posse assim, de todo poder nos céus e na terra.
Não morreu em vão, o cordeiro de Deus.
Não morreu em vão, o cordeiro de Deus... Sua morte trouxe vida, trouxe salvação.
O mistério será revelado, só ele tem o código em suas mãos.
E tomou o livro, e os anciões prostraram, e ao redor do trono, os anjos entoaram.
Com grande voz diziam: Santo é o senhor, digno é o cordeiro, de tomar o livro, e abrir os seus selos.
E ouvi todos viventes: Santo é o senhor nos céus e na terra, erguerem suas vozes, e adorarem com o hino.

Ao cordeiro majestade, toda gloria e louvor,
Ações de graças, a sabedoria e a honra,
E todo poder para todo sempre.
Poderoso, criador perfeito em obras,
O principio o meio e o fim,
É merecedor, só ele é digno, de abrir o livro...

Ele é santo, santo, santo, ele é santo, santo, santo, ele é santo, santo é o senhor.
Ele é santo, santo, santo, ele é santo, santo, santo, ele é santo, santo é o senhor.

Só ele e digno, de desvendar os mistérios nele contém os acontecimentos que precederão a volta do noivo.
Só ele e digno, rompeu os selos e a vitória anunciou que em breve vem o grande dia do senhor, e para o lar os remidos subirão, para habitar para sempre em sião.

Ele é santo, santo, santo, ele é santo, santo, santo, ele é santo, santo é o senhor.
Ele é santo, santo, santo, ele é santo, santo, santo, ele é santo, santo é o senhor.

Santo é o senhor...

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir