Tibirap thum daun, tibirap thum daun
Tibirap thum daun, tibirap thum daun

Não sei porque
Eu insisto em dizer
Que se eu for
Já não posso mais voltar

Por tantas vezes
Já tentei desvendar
Toda beleza
Que por trás de ti está

E não tem jeito
Não tem solução
Eu vejo as coisas
Noutra direção
A vida é estranha
Por isso preste atenção

Agora venha me dizer
Me mostrar então
Como é que as flores do outono
Viram chuva de verão

Tibirap thum daun, tibirap thum daun
Tibirap thum daun, tibirap thum daun

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir

Posts relacionados

Ver mais posts