Quem diz, não mente
Na mão de um fraco
Sempre morre um valente
Sou daquele tempo do brancura
Que os fracos mandavam
Os fortes para a sepultura
Quem diz, não mente
Na mão de um fraco
Sempre morre um valente
Quando eu fui pra mangueira
Noel dizia
O revolver veio
Pra acabar com a valentia

Quando eu fui pra mangueira
Noel dizia
O revolver veio
Pra acabar com a valentia
Quem diz, não mente

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir