Era uma vez um potrinho baio
Era uma vez um negrinho só
Quando o potrinho fez-se potro o negrinho
Continuou pequenininho e cada vez mais só

Foi uma vez uma carreira grande
O corredor era o negrinho só
O baio-raio tropeçou na raia
Libras de ouro se fizeram pó, e o negrinho só

Acenda velas quem não sabe o resto
Da velha história que eu cortei ao meio
E ao pé das velas deixe fumo em rama
Para o negrinho do pastoreio

Galopa, lop, galopa,
Cavalo de assombração
Baio-raio, pelo de lua
Risca chispa na escuridão
Baio-raio, pelo de lua
Risca chispa na escuridão

Vai o casco, fica o rastro
Passa o vulto, fica o susto
Quem viu duvida que viu
Quem pensa que viu não viu
Quem viu duvida que viu
Quem pensa que viu não viu

Galopa, lop, galopa
Cavalo de assombração

Baio-raio, pelo de lua
Risca chispa na escuridão
Baio-raio, pelo de lua
Risca chispa na escuridão

Baio-raio, pelo de lua
Baio-raio, pelo de lua

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir