Elo forte - neto fonga

Contos alegres, nas tardes de domingo
Folhas de outono, caem sem parar
Pensamento forte, és gênio apaixonado
Certeza no olhar, destemido a navegar

Gravei comigo, tudo que dizias
No coração, pra sempre viverás

Braços dados elo forte, nunca vai arrebentar.
A semente tu plantaste, pra jamais se acabar.

Coração gigante, guardando oito anjos
Vivendo sem pensar, intensamente pelo ar
Braços estendidos, pairando sob a névoa
Acolhendo sem pesar, unindo pra alegrar

Um anjo me disse, que os bons se vão mais cedo
Marcas que ficam, para sempre vou lembrar

Braços dados elo forte, nunca vai arrebentar.
A semente tu plantaste, pra jamais se acabar.

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir