Foto do artista Nilson Chaves

Meu Canto de Amor Por Belém

Nilson Chaves


Bom dia, Belém,
da tristeza do meu pranto,
da alegria do meu canto,
quando o sol vem te acordar.

Bom dia, Belém,
Ver-o-Peso fervilhante,
atraindo o visitante
que vem de outro lugar.

Boa tarde, Belém,
que na sesta se agasalha,
rede é doce mortalha
pra dormir e pra sonhar.

Boa tarde, Belém,
da chuva que vem,
da brisa que tem,
que nos faz tão bem,
do sino que bate,
fazendo belém, belém.

Boa noite, Belém,
da seresta de uma festa,
da alegria que ainda resta
quando a lua faz luar.

Boa noite, Belém,
com tua simplicidade,
por aí, sem vaidade,
de histórias pra contar.

Belém, do meu bem,
das mangueiras, das morenas,
tantos sonhos, tantas penas,
do teu vento a segredar....

Bom dia, Belém,
boa tarde, Belém,
boa noite, Belém,
te quero tão bem!
Eu canto, Belém
o canto que eu fiz pra te dar.

Bom dia, Belém,
boa tarde, Belém,
boa noite, Belém,
te quero tão bem!
Eu canto, Belém
o canto que eu fiz...

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir