Eu sempre penso duas vezes antes de entrar
Mas tem certos momentos que atingem o inconsciente popular

Tumulto! Corra que o tumulto está formado
Vem cá! Vem vê! Que dentro do tumulto pode estar você

Panela batendo, toca fogo no pneu, põe barricada
Velhos, senhoras e crianças
A molecada pula, debocha e dá risada
Parece brincadeira, mas não é!
A comunidade que não aguenta tanto tempo sem água!

Tumulto! Corra que o tumulto está formado
Vem cá! Vem vê! Que dentro do tumulto pode estar você

Tudo bem, ele era o bicho, mas saiu daqui inteiro
Até chegar no hospital, levou três tiros no peito
E a galera daqui fez igual fizeram em Vigário Geral
Todo mundo pra rua aumentar o som
Pra causar algum tipo de repercussão

Tumulto! Corra que o tumulto está formado
Vem cá! Vem vê! Que dentro do tumulto pode estar você

Eu sempre penso duas vezes antes de entrar
Mas tem certos momentos que atingem o inconsciente popular
Quando o monstro vem chegando, chegando, chegando
Chegando e ameaçando invadir o seu lar
Parado aí no mermo lugar, se não, se correr, eu atiro!

Tumulto! Corra que o tumulto está formado
Vem cá! Vem vê! Que dentro do tumulto pode estar você

Tumulto, tumulto, tumulto, tá tumultuando
Tá tumultuado, tá tumultuado

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir
Composição: Marcelo Yuka / O Rappa. Essa informação está errada? Nos avise.
Revisões por 2 pessoas . Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais posts