Eta vida besta, sem dinheiro e sem muié
Ja tô todo lascado vou embora pro cabaré
Curtir a noite inteira ouvindo moda sertaneja
Sei que ela não me larga mas eu fujo da tristeza
Vou ser só alegria, o ano inteiro, todo ano
Então desce uma gelada em um copo americano

Eta mundo véio sem porteira e sem juízo
Se eu não tenho o que quero, tenho mais do que preciso
Nós vamo se virando quando a coisa fica preta
E quem já nasce feio não tem medo de careta
Eu dou risada, chuto o barde, desencano
Então desce meia dúzia e quatro copo americano

Ê pirassununga onde anda meu amor?
Pra que tanta tristeza nesse peito sofredor?
Cadê minha morena, dona do meu coração?
Perdida nessa arena no meio do meu povão
Felicidade também tá me procurando
Então desce um engradado, e trinta copo americano
Vou ser só alegria, o ano inteiro, todo ano
Então chama um caminhão, e dá-lhe copo americano

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir