As marcas que trago no rosto
Me foram deixadas pela luz do sol
Do tempo do vento
De momentos bons e maus
São marcas que trazem no rosto
Sem nenhum desgosto ou gosto demais
Por que me deixei moldar torcer

São dobras da pele
São tão sãs como as minhas cãs
São marcas do tempo e nada mais.
As marcas que trago no rosto
Me foram deixadas pela luz do sol
Do tempo do vento

De momentos bons e maus
São marcas que trazem no rosto
Sem nenhum desgosto ou gosto demais
Escondendo misterios que nunca hei
De contar são dobras da pele
São tão sãs como as minhas cãs
São marcas do tempo e nada mais.

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir