Sal da Terra

Oswaldo Montenegro

exibições 5.247

Cedo ainda de manhã a voz do cego se ouvia
Beijando um por um de casa cantava sempre um bom dia
Bom dia moça apressada, bom dia Dona Maria
Quem pára pra ouvir o cego sai fazendo poesia
Bom dia patrão, senhora, bom dia Dona Luzia
Quem não nega esmola a cego tem Jesus por garantia

Tu que és sal da terra
Ouve só meu grito
Esfolado e velho
Me abençoa o pão
Que passou de anteontem
Pelo sol seguinte
Pra que ainda hoje
Possa se almoçar
E me deu trabalho
Me tornou rameira
Me afrouxou as "cadeira"
E apertou meu laço
E me fez de tolo
Prosador e artista
Cantador de verso
Desse meu sertão
Que passou de anteontem
Pelo sol seguinte
Pra que ao menos hoje
Possa ter a paz

Quando dava seis da tarde, parando o canto ele ouvia
Os sinos roucos da praça e rezava a Ave Maria
Bom dia moça apressada, bom dia Dona Luzia
Quem pára pra ouvir o cego sai fazendo poesia
Bom dia patrão, senhora, bom dia Dona Maria
Quem não nega esmola a cego tem Jesus por garantia

Add a playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir