exibições 8.361

Era de vidro, quase de lâmina
há de haver no espaço uma igual

Era uma lagrima, há de ter sido
um choro natural
Era estrela clara de lua
gota de lume branco e de sal

Era vitrine como é vitrine
o olho, a janela, a ruga e o cristal

Era de água, quase de espelho
como o olhar de quem passa mal

Era de lua sempre de enluarada impressão
divina e normal

Era menino, muito menino
como é menino o bem contra o mal

Add a playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir