Meia dúzia de gente governa a maior parte
Que foi tirada a força da grande maioria
Pega o microfone sempre citando seu nome.
Postura de homem pregando a sua utopia

Isso não muda preciso de ajuda, isso é loucura.
O que eu estou fazendo sentado aqui só esperando?
Eu fecho os olhos e tento não enxergar o lamento
No teu olhar que me envelhece enquanto passa o ano

O dinheiro da guerra salva a terra mas o domínio é a regra
Que não permite que eles tenham um prato de comida
Quero sorrir não consigo, pois o fascista é inimigo
E ta procurando algum tipo de briga inimiga

Eu nunca acho a sorte entre a vida e a morte.
Morremos toda hora isso não pode ser assim.
Humanidade com graça que vive na desgraça,
O bom pra burguesia sempre vai ser muito ruin pra mim

Qualquer dia eu procuro algum lugar bem escuro
No qual eu possa gritar e depois me debater.
Queremos viver em paz. Quero pensar nessa paz.
A tal que sonho que um dia eu acorde para ver.
Um vento estranho me chama.
Enquanto eu penso na cama no meio sono eu acordo e vejo a verdade.
Mas esse vento é somente a revolução
Que mexeu com o meu coração e que escorresse semelhante a tarde.

Esse é o sistema, Esse é o problema
Um mundo imperialista e um rei com a mente pequena

Esquecem da educação e diz que o emprego é o lado certo
É possível dar emprego pra um monte de analfabeto?
Eles ficam lá sentados com a maior cara de pau
Enquanto o pobre da favela é tachado marginal
Mas marginal, não é quem vive no meio da bandidagem
É aquele que vive as margens da sociedade
São aqueles que vivem em cada canto da cidade
Não sabe ler nem escrever sem cpf e identidade
Vive pelo preconceito, não sabe falar direito
Pra esse tipo de pessoa que o ar é rarefeito
Ele é mal educado e chamado de ladrão
Ele quer algo importado, mas só compra a prestação
Ele é um pobre uma graça que só vive na desgraça
Dorme no banco da praça porque não consegue casa
Ta na isolação da raça, tente invente porém faça
O rico enche a sua taça e a pobreza esta em massa

Ele é aquele do hospital que irá morrer primeiro
Por quê doutor? Porque ele não tem dinheiro
Então me mostre favelado o seu plano de saúde
Isso aqui é a vida real e não existe Robin Hood.
Porque somos diferentes e não iguais.
O classismo e o conformismo não vai nos jogar pra trás.
Apologia ao crime é você que faz.
Da um tiro a queima roupa em busca da paz.

Esse é o sistema, Esse é o problema
Um mundo imperialista e um rei com a mente pequena

Tudo começou no surgimento da favela
Veio o pobre com sua má distribuição de terra
Foi daí que iniciou a pior patifaria
Chamada o que hoje é denominada periferia
O que é periferia? O que quer dizer?
Procure no dicionário, quer dizer: em torno de...
Em torno da cidade, da alta sociedade
Em torno da felicidade, em torno da prosperidade

E eu não quero ficar atrás de uma trincheira
Vendo todos meus amigos só morrendo, se acabando
Esta guerra palhaçada que pra muitos é piada
Vira vídeo e videogame para os porcos se esnobando
Uma guerra por dinheiro
Uma guerra por apostas
Uma guerra por conquista
Reis imperialistas gostam
Soldados se protegem usando máscara pra gases
Aqui neste lugar a morte voa pelos ares.

Esse é o sistema, Esse é o problema
Um mundo imperialista e um rei com a mente pequena

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir

Posts relacionados

Ver mais posts