Hey pai, me da novas muletas
Pois as minhas já estão velhas
Nao estou mais conseguindo
Ficar de pé em meio a esses homens.

Grandes gordos e feios,
Brancos negros vermelhos,
Mas que pensam ser banhados de ouro puro.

Me tratam um derradeito,
Prolatores malditos,
Me observam de seus postigos,
Sabem como eu sou,
Conhecem cada passo...

(refrão)
Pai... me fale dessa prole...
Nao deixe que me leve para junto deles nao...
Pai... ajuda esse povo...
Aproveitador, cinico e imoral.

Hey pai, me da novas muletas
Pois as minhas já estão velhas
Nao estou mais conseguindo
Ficar de pé em meio a esses homens.

Grandes gordos e feios,
Brancos negros vermelhos,
Mas que pensam ser banhados de ouro puro.

Me tratam um derradeito,
Prolatores malditos,
Me observam de seus postigos,
Sabem como eu sou,
Conhecem cada passo...

(refrão)
Pai... me fale dessa prole...
Nao deixe que me leve para junto deles nao...
Pai... ajuda esse povo...
Aproveitador, cinico e imoral.

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir