Grítame Con Los Ojos

Si no se me acaba la pasión por seguir vivo
Espero esconderme un día en tu ombligo
Escuchar las gotas y que no parezcan disparos
Me declaro culpable de ser un soñador en paro
Pronto me denunciaran por amar la libertad
Acabo vomitando porque estoy cansado de pensar
A la mierda con lo que pudimos ser y no fuimos
Mis infinitos caminos son imanes para tu unico destino
Aun espero que me sorprendas en mi portal
Gritando con los ojos, vamos lejos, ya es hora de volar...
Que ingenuo de mierda, que soledad eterna
Letras que se queman tras ocho horas de carretera
Lluvia acida y mas de medio día durmiendo
La cabeza no se donde pero los pies en el suelo
Huyendo del contacto con la estupidez lo máximo posible
Tal vez otra sensación descubriré...

Grítame con los ojos

Que en vez de estar ciego tengo que mirarte

No habrá más lagrimas por cosas que no lo merezcan
Pero si estaría de puta madre tenerte cerca
No quiero una tumba decorada con mil flores
Anhelo que me entiendas cuando me llores
Diré adios al mundo cruel
En nuestra muralla imagino como será la huída
Vaya donde vaya estoy quemando en telón del teatro
Dame el fuego de tus manos y bailaremos un rato
Canto por las ganas de encontrar un cambio
De pensar latino america andando por mi barrio
Cuando los que fueron hermanos me traicionen
Se que solo quedaré yo y mis insurgentes cojones
Cuando tu mirada no quiera iluminar mi jungla
Se que tendré que volver a la depresión mas profunda
Lo que se derrumba me ayudó a construir
Pero estoy agotado y te amo, vamos unete a mí

Grítame con los ojos que veré algo nuevo.
(vamos) y tras el abismo al que me arrojo
Estan tus brazos abiertos...
Gritame a los ojos que veré algo nuevo
Que tras el abismo al que me arrojo

Están tus brazos abiertos

Se que algo me espera si mantengo la calma
Pero solo hay ansiedad cuando la luz se apaga
Cuanto tiempo he estado esperando esta sensación
Sin embargo no se si murió o nació
Cuando acabe la tormenta
Mi bosque estará desolado
Pero el arbol que siga en pie
Será el que siempre he deseado.
La noche era un cumulo de callejones sin salida
El guardia del laberinto jura que se ha echo de día
Pero no lo creo, aun estoy rompiendo muros
Sin mas ayuda que el futuro inedito que me juro
La avenida del desengaño nunca acaba no
No imagino su final tumbado en tus parpados
Se que soy afortunado por gozar esta condena
Por abrir nuevos senderos cuando las piernas tiemblan
Parece que esta madrugada será la ultima
Pero la muerte se suicida
Si me hipnotizas con tus pupilas

Gritame con los ojos que se van a humedecer de felicidad
Gritame que si un día no me ven
Será porque se cerraron para siempre...
Que se van a humedecer de felicidad
Gritame que si un día no me ven
Será porque se cerraron para siempre

Grito dos olhos em mim

Se eu não sou apenas uma paixão por estar vivo
Espero que um dia esconder o seu umbigo
Ouça gotas e tiros que não parecem
Confesso-me culpado de ser um sonhador desempregado
Logo me denunciar por amar a liberdade
Apenas jogando, porque eu estou cansado de pensar
Para o inferno com o que poderia ser e que não foram
Meus caminhos infinitos são ímãs para o seu único destino
Mesmo me surpreendeu esperança em meu site
Gritando com os olhos, sair, é hora de voar ...
Que porra ingênuo, que a solidão eterna
Letras que são queimados após oito horas de estrada
A chuva ácida, e mais de metade de um dia para dormir
A cabeça não é onde, mas para a Terra
Fugindo do contato com estupidez, tanto quanto possível
Talvez um outro sentido descobrir ...

Grite para mim com os olhos

Que em vez de ser cego eu tenho que olhar para você

Sem mais lágrimas para coisas que não merecem
Mas se ele estava transando com você por perto
Eu não quero um túmulo decorado com milhares de flores
Espero que você me entende quando eu choro
Vou dizer adeus ao mundo cruel
Nossa parede vai imaginar que o vôo
Onde quer que vá, eu estou queimando na cortina do teatro
Dá-me o fogo de suas mãos e dançar um pouco
Cantando pelo desejo de encontrar uma mudança
Para pensar a América Latina a pé ao redor do meu bairro
Quando eles foram irmãos me trair
Vai ser só eu e minhas bolas insurgentes
Quando seus olhos se iluminam minha selva dispostos
Eu sei que vou ter de depressão mais profunda
O que me ajudou a construir desmorona
Mas eu estou exausto e eu amo você, venha se juntar a mim

Grite para mim com olhos que vêem algo de novo.
(Vamos lá) e depois joguei abismo
São os seus braços abertos ...
Grite para mim com olhos que vêem algo de novo
Que depois de o abismo em que eu joguei

São os seus braços abertos

É algo que eu esperaria se eu ficar calma
Mas há ansiedade apenas quando a luz se apaga
Há quanto tempo eu estava esperando por este sentimento
Mas não se ele morreu ou nasceu
Quando a tempestade termina
Minha floresta está desolado
Mas a árvore que ainda está de pé
Será que eu sempre quis.
A noite foi um amontoado de becos sem saída
O guarda labirinto jura que tem dias falt
Mas eu não, eu ainda estou quebrando paredes
Sem mais ajuda do que o futuro Eu juro inedito
A avenida de decepção nunca acaba não
Eu não posso imaginar o seu fim deitado sobre suas pálpebras
Eu sei que eu tenho a sorte de desfrutar esta frase
Abrindo novos caminhos quando as pernas tremem
Parece que esta manhã será a última
Mas a morte foi suicídio
Se eu hipnotiza com seus olhos

Grite para mim com olhos que são para amortecer a felicidade
Grite para mim se um dia eu ver
Ela será fechada para sempre porque ...
Para ser molhado com felicidade
Grite para mim se um dia eu ver
Ele estará fechado para sempre porque

tradução automática via Revisar tradução
Original Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Enviar

Posts relacionados

Ver mais no Blog