Da janela de um quarto,pura sinfonia
A manhã acordara,a casa vazia

A porta fechada,lá fora corria
Barulhos estranhos,eram pingos que batiam

Por uma só voz,leve breve tom,pode ser maior
Um vulto cinzento,de estranho lamento,que a chuva limpou

Entre guitarras ouve-se uivar
Andam lobos à solta,são almas a cantar

No cimo de um monte há raios de luz
Contemplam o mundo,de pé uma cruz

Por uma só voz,leve breve tom pode ser maior
Um vulto cinzento,de estranho lamento,que a chuva limpou

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir

Posts relacionados

Ver mais posts