Se adormeceres os teus livros vão ficar por ler
E se beberes os sentidos vais perder
E se a noite pode ser longa e não mais acordares
Se o ontem esteve mais perto não o soubeste agradar/saudar

Se caíres a saltar ninguém te vai levantar
Esconder-te num templo puro para depois te mostrar
Erguer a espada no ar furar-te o corpo ver-te sangrar
Tentar dizer as palavras sem nunca as imaginar

Quando acordares de quase nada irás lembrar
O sonho fez-se à estrada na berma vai morar

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir

Posts relacionados

Ver mais posts