Foto do artista Papas da Língua

Blusinha Branca (part. Gabriel o Pensador)

Papas da Língua


De blusinha branca
De blusinha branca
Sentada no muro
De blusinha branca
O meu amor namora

O amor não tem hora
O amor pode ser
Que não seja agora
O amor pode ser
Uma desilusão
Quando bate à porta
Meu amor não me deixa dormir
Meu amor não me deixa fingir

O meu amor se esconde
Só Deus sabe onde
É que ele mora
Se eu te procuro
E não te acho
Às vezes acho
Que voce se esconde
Mas eu acho
Que você se esconde mal, é!
Você se esconde
Mas eu acho
Chapéuzinho deixa rastro
Indicando o caminho
Pro lobo mal
Acho que você se esconde
Querendo que eu ache
Acho que eu quero me esconder
Onde você se esconde
Todo homem tem um lado lobo
Todo lobo tem um lado bom
Todo tarde já foi cedo
Todo perto já foi longe
Não adianta se esconder
É porque
Eu tenho o olho grande
Pra te ver
Minha mão é grande
Só pra te pegar
E a minha boca é grande, éé...

Quando a chuva começa
Ela não se apressa
Ela não vai embora
Deixa a chuva saber
Que o seu corpo molhado
Me desespera
Por debaixo da blusa é que está
Toda felicidade que há
E o que está escondido
Em sua blusa branca
Me faz suspirar
Acho que você se esconde
Querendo que eu ache
Acho que eu quero me esconder
Onde você se esconde

Todo homem tem um lado lobo
Todo lobo tem um lado bom
Todo homem tem um lado bobo
Que só ri por fora
Mas por dentro chora
Que o amor não tem lugar, nem hora
E que o amor não tem lugar,
Nem hora
A maçã que você trouxe
Tinha um bom veneno
E você foi levando
Os doces pela estrada a fora
Se escondendo
Mas eu acho
Que eu acho
Que esse mundo é tão pequeno
Que o amor não tem lugar, nem hora

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir
Composição: Gabriel o Pensador / Léo Henkin · Esse não é o compositor? Nos avise.
Enviada por Giselle
Viu algum erro na letra? Envie sua correção.