Dança Das Flores

Patricia Marx

exibições 451

São flores que dançam
Flores que nascem
Flores que ventam ao sol
Pelo chão
Flores cor de rosa
São para o amor
E as amarelas no meu jardim

Flores que o rio levou
E que a Deus se ofertou
São flores tão doces
Vestidos cor de anil
Teu mel beber
Beijar você
Espalhar teu pólen
É flor perene
Tão delicada
E a quem deseja
Estar de bem

Mudar a vibração
Mesmo em um botão
Pode ser ver a cor
Flor de amoreira
Ficou ali guardada
Semente rente seu fenômeno
Leveza é teu ser
Iluminando eu vou
Até o teu final

Ouvirão rios de sons
Tal como as árvores
Chuva trará sublime manhã
Oferecendo, oh, mãe
Vem me enfeitar pra te amar
Iluminar-me, amém
Seres reais, todos iguais
No mesmo espaço, irmão
Iluminar os teus quintais
E perfumar também
E assim vou florescer
Crescer por tuas mãos
Na primavera já não está guardado
Cresceu o esplêndido fenômeno

Desperto o coração
Deixando florescer
A vida inteira
Ficou ali guardado
Semente, essência verdadeira
Leveza é teu ser
Se vai de mão em mão
Até o meu final
Ouvirão rios de sons
Tal como as árvores
Chuva trará sublime manhã

Oferecendo, oh, mãe
Vem me enfeitar pra te amar
Iluminar-me, amém
Seres reais, todos iguais
No mesmo espaço, irmão
Iluminar os teus quintais
E perfumar também
Seres reais, todos iguais
Iluminar-me, amém
Iluminar-me, amém

Add a playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir