Queda-d'água diz um pouco do que é o meu interior
Rochas imagens de um povo cheio de ''contentações''
Anoite a praça é tão bonita som de viola é que faz
Moça sair escondida e ir praça namorar

Chuva passa pelo campo e alimenta plantações
E a dona pega a lenha pra poder esquentar o café

Na estrada tem boiada deixam marcas pelo chão
E o peão que guia o gado cheio de satisfação

Deixa fluir pelo chão as nossas vidas tão assim
De vez pelo chão
Deixa eu pensar que aqui não é o meu lugar
E então voltar pro interior

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir

Posts relacionados

Ver mais no Blog