exibições 75.711
Foto do artista Paulo Ricardo

Seu corpo é fruto proibido
É a chave de todo pecado
E da libido, e prum garoto introvertido
Como eu, é pura perdição!

É um lago negro o seu olhar,
É água turva de beber, se envenenar
Nas suas curvas derrapar, sair da estrada
Morrer no mar (no mar)

É perigoso o seu sorriso, é um
Sorriso assim, jocoso
Impreciso, diria misterioso,
Indecifrável, riso de mulher

Não sei se é caça ou caçador,

Se é Diana ou Afrodite ou se é Brigite,
Stephanie de Mônaco, aqui estou
Inteiro ao seu dispor... (princesa)
Pobre de mim, invento
rimas assim ;pra você
E um outro vem em cima
E você nem pra me escutar

Pois acabou, não vou rimar porra nenhuma
Agora vai como sair
Eu já não quero nem saber
Se vai caber ou vão me censurar (será?)

E pra você eu deixo apenas
O meu olhar 43, aquele assim meio de lado
Já saindo, indo embora, louco por você
Que pena (que desperdício!)

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir
Composição: Luiz Schiavon / Paulo Ricardo · Esse não é o compositor? Nos avise.
Legendado por Kelly
Viu algum erro na letra? Envie sua correção.