Leva-me Para Um Sítio Melhor

Pedro Abrunhosa


Beijou-me na noite em rasgos de jasmim
Pediu-me pra dançar e eu disse que sim
Era tarde de tão tarde quase a amanhecer
Aperta-te em mim tens tanto pra aprender
Nem paredes me prendiam nem no Sol ardente
Deixei-me então levar contigo o mundo é tão diferente

Estrelas não faltaram ondas não havia
Eu estava quase entre elas e a Terra tremia
Do peito fiz um porto neste chão de areia
Com o mar por testemunha, o céu de plateia
Nem as mãos me seguravam nem era a aventura
Eram beijos disfarçados de guerra feita ternura

E eu pedi-lhe não procures quem já te encontrou
E ela disse não te percas de quem te salvou

Leva-me pra um sítio melhor
Que a noite se há de compor
Leva-me pra um sítio melhor
Os anjos a nosso favor

Quebramos regras de ouro mesmo sem saber
Bebemos mil venenos até à boca arder
Roubamos ao futuro pra dar ao presente
Ela contou as minhas dores como se fosse vidente
E dormimos essa noite no calor do trigo
Uma presa liberdade uma luta sem inimigo

Fumei da sua boca beijos de aleluia
Rezei no seu regaço que por mim se erguia
Ela disse este é o chão onde te vou perder
Eu entrei pelo portão sem nada mais querer
E fomos céu do mundo e a paz do trovão
Vestiu-se como Vénus levou-me à solidão

Eu pedi-lhe não procures quem já te encontrou
Ela disse não te percas de quem te salvou

Leva-me para um sítio melhor
Que a noite se há de compor
Leva-me pra um sítio melhor
Os anjos a nosso favor

E eu pedi-lhe não procures quem já te encontrou
E ela disse não te percas de quem te salvou

E leva-me pra um sítio melhor
Que a noite se há de compor
Leva-me pra um sítio melhor
Os anjos a nosso favor

Leva-me para um sítio melhor
Que a noite se há de compor
Leva-me pra um sítio melhor
Os anjos a nosso favor

Leva-me pra um sítio melhor
Leva-me pra um sítio melhor
Leva-me pra um sítio melhor
Leva-me pra um sítio melhor
Que a noite se há de compor

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir

Posts relacionados

Ver mais posts