Ouvi dizer que cê tá bem
E tá marcada pra casar no mês que vem
E por aqui tô bem também
Mas diferente de você tô sem ninguém

É vida que segue
E segue dando errado
E pelas minhas contas
Tô sofrendo ao quadrado

De dia a saudade me bate, à noite ela espanca
Tem hematoma de amor no meu peito
Tem nó de solidão na minha garganta

De dia a saudade me bate, à noite ela espanca
Tem hematoma de amor no meu peito
Tem nó de solidão na minha garganta

Eu ouvi dizer que cê tá bem
E tá marcada pra casar no mês que vem
E por aqui tô bem também
Mas diferente de você tô sem ninguém

É vida que segue
E segue dando errado
Pelas minhas contas
Tô sofrendo ao quadrado

De dia a saudade me bate, à noite ela espanca
Tem hematoma de amor no meu peito
Tem nó de solidão na minha garganta

De dia a saudade me bate, à noite ela espanca
Tem hematoma de amor no meu peito
Tem nó de solidão na minha garganta

De dia a saudade me bate, à noite ela espanca
Tem hematoma de amor no meu peito
Tem nó de solidão na minha garganta

De dia a saudade me bate, à noite ela espanca
Tem hematoma de amor no meu peito
Tem nó de solidão na minha garganta

Ouvi dizer que cê tá bem

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir