Martirizado pela dor de uma saudade
Da minha terra que tanto quis esquecer
Mas meu destino por capricho e por maldade
Me judiando me levou a compreender

Por mais bonito que o mundo seja lá fora
Ao nosso berço não se pode comparar
Arrependido e com saudade volto agora
E com vontade de jamais te abandonar

Minha terra, meu paraíso
Não tive juízo, te abandonei
Longe de ti torrão querido
Me vi perdido então voltei

Perambulando sem destino pelo mundo
Me deslumbrei com as paisagens do sertão
Muitos amigos e amores bem profundos
Eu encontrei por outros cantos da nação

Ao regressar a este berço abençoado
Que nem em sonhos jamais eu esqueci
Sinto minha alma e o coração emocionado
Por ter voltado a bela terra em que nasci

Minha terra, meu paraíso
Não tive juízo, te abandonei
Longe de ti torrão querido
Me vi perdido então voltei

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir