[Xamã]
Ei, ela disse que era miss
Eu sou Mr. Mystery, yo soy El Diablo
Bota nós no story, vou ser seu Latrel, você Brittany
Tiffany, um casal legal tipo Dina Di, B.I.G
Ícone, minha caneta é um bisturi
E balanço não enjoa, engarrafamento na lagoa
Quanto vale um animal que voa?
Foda-se, salte-me, rock n' roll Balboa
Um filme com James Dean
Assaltamo um banco, mas fugimo de canoa
Vamos para o Tennessee
Quanto rude esse verso soa?
Ô danada, vou morar no Canadá, mas já vendemo amendoim
Ojo in do cartel de Medellín
SP, a terra da garoa, nossa vida louca, Deus perdoa
Nós por nós até o fim
Marca dez que o tempo voa, voa

Problema pra você, linda
Sou problema pra você, linda
Sou problema pra você me amar
Sou problema pra você me amar
Sou poema pra você, linda
Poema pra você, linda
Poema pra você me amar
Poema pra você, doida

[Knust]
Você não faz ideia do que causa em mim
Acho isso engraçado, falando a verdade
Acha que tudo que eu digo é a maior sacanagem
Mas, se soubesse da metade, iria entender
Hoje eu acordei e me bateu maior saudade
Igual todos outros dias longe de você
Minha cabeça criou algo a mais sobre você
Ainda busco nelas sua personalidade
Mas não fico uma semana sem mandar mensagem
Sempre ri quando eu atendo sua ligação
Desculpa, eu não tive tempo pra essa relação
Mas não posso negar que é minha maior vontade
Nega, é maldade
Eu vou voltar com o mundo na minha mão
E nós vai dar um rolê doidão pela cidade
Olhar o seu sorriso e lembrar quanta coisa boa existe na simplicidade

[Xamã]
Problema pra você, linda
Sou problema pra você, linda
Sou problema pra você me amar
Sou problema pra você me amar
Sou poema pra você, linda
Poema pra você, linda
Poema pra você me amar
Poema pra você, doida

[Chris]
Se eu te disser que eu sumi, abandonei
Tudo que mais dava lá pra tá aqui
Viver tudo que eu mais amo contigo
Um casal bonito, a garota que amava o perigo
Ela me lembrava um livro que li na infância
Tinha só amor e uma pitada de ignorância
E não ligava pra concordância
Que se nós concorda, é causa ganha em primeira instância
Será que cê vem ver o pôr do Sol do Uruguai
Dançando colado ouvindo Say Goodbye?
Ay, a distância entre nós, nem um passo, são leve
Ocupando o mesmo espaço, ahn
Falando no seu ouvido que senti sua falta
Que no tempo que se foi te escrevi uma carta
E nela falava de como adorava sua raiva
E que lembro seu cheiro, que não me importava a data
E que até tive um carro e vendi
E inclusive cabelo ao vento não é pra mim
Eu preferi te sentir, tentando te fazer sorrir
E cê reclamando da minha facilidade em dormir

[César MC]
Ela é como se fosse
Um ponto doce nesse mundo amargo, um close
Olhar onde me afoga e me afaga
Me joga, me vaga, eu adoro, me amarro
Eu navego, me entrego e te trago
Algo bem além de flores, pois isso é tão clichê
Em meio a ferida, dores, eu não consigo entender
Essa moda de sabores, provar sem se envolver
Avisa lá que eu sou careta ao ponto de afirmar que eu só penso em você, mulher
Se sua rua fosse minha
Eu isolava a minha rua, eu, você, Deus e a Lua
Pois sempre que eu vejo a Lua eu lembro do seu olhar
Que, como ela, cada ângulo é mais espetacular
Talvez, um dia andando por aí
A gente pode se encontrar
Ainda penso em partir
Se pá dar aquele rolé
Que virou promessa

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir
Composição: César Mc / Chris MC / Knust / Xamã · Esse não é o compositor? Nos avise.
Enviada por Lucas, Legendado por Madelene
Viu algum erro na letra? Envie sua correção.