Vidas levadas ao inferno,
Peças que sobram na engrenagem.
A elite se isola da miséria
Por ela mesma criada.

Muros encondem um terror eterno,
Um apartheid social.
Casas queimadas sem explicação.
A revolta é abafada pela repressão.

Comunidades inteiras expulsas,
Reclusas em lugares distantes.
Privadas da riqueza,
Resultado de seu suor.
Seduzidas pelo progresso.
Mera ilusão.
Ignorando a realidade.
Alienação.
Do descontetamento cresce
A indiginação.
Disposição tomada
Pelo sentimento de revolta.

Resposta a sangue e fogo.

Direito à dignidade.
Confrontar o opressor.
Conquistar o que nos pertence.
Que os punhos se fechem!
Que o ódio ferva em nosso sangue
E queime esse cenário!
Preparando o solo para a revolução.

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir